Alemanha, antes de ser mãe eu não sabia que..., Da poesia da vida, Do cotidiano, gracinhas do tom, um bebê muda o que? tudo

Breves notas sobre a alegria e corujices de uma mãe

Desculpem a corujice assim deslavada, mas o Tomás é um menininho especial. E muito feliz. As pessoas sempre comentam o quão risonho ele é, o quão doce é o seu sorriso. Na padaria ele é uma atração. Quando chega, as atendentes se abrem, dizem que são fã dele; uma até já pediu para pegá-lo. E eu me surpreendo com um filho que derrete as alemãs.

No italiano perto de casa, onde sempre pegamos um café, ele também é conhecido por “flertar” com todas as garçonetes. Até os garçons e o próprio Bellini, o italiano, quando o vêem, devolvem o sorriso. Um sorriso franco e alegre, como o do Tomás.

A verdade é que é impossível ficar indiferente à tamanha simpatia. Alguns ficam, e ele meio que não se conforma. Não faz mal Tomás, você ainda vai entender nessa vida, que nem todos estão preparados para receber o nosso melhor, e caso estejam, nem sempre estarão dispostos a retribuir.

Na creche, que é internacional, muitas mães se referem a ele como o happy boy, o smiley. E eu tenho que concordar, ele só acorda de corno virado, mas no restante do dia ele é só sorrisos.

Sorri, ou melhor, gargalha quando vê cachorro na rua, sorri mais para algumas pessoas sem um motivo aparente, sorri quando recebe um simples pedaço de pão das nossas mãos. Pode ser que as crianças em geral sejam felizes e sorridentes, mas meu filho é um arreganhado. Tão diferente de mim. Não sou cisuda, muito menos séria demais, mas não mostro meus dentes assim, o dia todo, para qualquer um. Já o Tomás…

Mas são nas pequenas coisas que a sua alegria me emociona. Quarta-feira passada, dia ensolarado e de temperatura amena, fomos até a varanda ver minhas rosas que nao resistiram ao frio intenso das últimas semanas. Descobrimos quatro, quatro joaninhas zanzando por lá. Tomás simplesmente alucinou. E ria. E parecia que queria falar. E parecia que queria voar junto com elas. E parecia tão grato por aquilo tudo. Tão bonito de se ver.

Eu já disse aqui, que depois que a gente se torna mãe, a gente redescobre um monte de coisas num mundo aparentemente velho. Só o Tomás mesmo para me fazer rir de doer as bochechas ao ver quatro joaninhas, só o Tomás mesmo para me trazer uma alegria tão genuína.

De tão genuína que é, chego a pedir aos céus, em oração, que nunca se acabe. É que depois do Tomás, meu mundo ficou tão mais colorido. De um colorido fresco, sabe? Desculpem a corujice assim deslavada, mas a alegria é tanta que eu precisava compartilhar.

Anúncios

5 comentários em “Breves notas sobre a alegria e corujices de uma mãe”

  1. Que lindo Gabi! Realmente é para emocionar…. Eles fazem isso e muito mais. Uma alegria sem tamanho, no qual qualquer obstáculo torna-se pequeno quando eles estão ao nosso lado, sorrindo, nos dando as mãos, bem de saúde. Não é mesmo? Sei bem o que é isso e peço muito para que esse encanto, essa felicidade sem tamanho jamais acabe. Agradeço todos os dias por tê-los ao meu lado.
    Lindo post… espero que esteja tudo bem por aí.
    Um grande beijo.

    Curtir

  2. Nossa amiga eu acredito a tremenda felicidade que você cada vez que recebe um elogio desse menino fofo e simpático.Da forma que você descreveu consegui até imaginar seu filhinho rindo na padaria, pro cachorro, para as joaninhas.Deve ser algo que o seu coração fica em festa.Parabéns por ser príncipe ser essa simpatia com certeza ele tem a quem puxar…bjkss Jack Rosa
    http://diriodeumamedeprincesa.blogspot.com/

    Curtir

  3. Nossa, como comentei agora no MMqD, já li algumas coisas aqui, e nossos pequenos devem ser gêmeos separados lá em cima… rsrs
    Meu bebê também é m-u-i-t-o alegre, tanto que, numa palavra, eu o defino como “divertido”. Que bom, né?
    Ele também sorri para tudo, e depois que aprendeu a dar tchau, dá tchau para o chão, para o berço quando quer sair, para os brinquedos, quando vai passear… É muito legal!
    Que bom que somos corujas, isso quer dizer que somos capazes (e estamos atentas) para observar a beleza da vida, que é tão simples, e tão intensa!
    Felicidades à família!!!
    Bia.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s