Da poesia da vida, gracinhas do tom, Tomás

Ao pé da letra

Tomás adora música. E adora o violão do pai, o qual ele chama carinhosamente de volão.

E ele pede volão, volão, volão insistentemente. Assim como são todos os seus pedidos. Quando João está em casa, é uma bagunça só. E o pequeno cantarola um Ré, um Dó, um Sol aleatoremante com o pai, e ensaia uma dancinha, agachando e subindo, e mexendo os bracinhos. E ri, e abre e fecha o case do violão, e entra no case do violão, e segura nas cordas enquanto o pai toca.

E quando o pai não está em casa, eu, a mãe, desprovida de todo e qualquer talento musical, tenho que fingir aptdões inexistentes e pegar o raio do volão. E cantar. E fingir que toco. A bagunça comigo, não é completa, mas quebra um galho.

E então que dia desses depois da nossa “aula de iniciação musical”, eu já cansada e querendo partir para outras atividades, dei um basta, prometendo que “amanhã” a gente brincaria mais de violão. Como sabemos, o amanhã, o depois, o mais tarde, o daqui a pouco, e demais variantes, simplesmente não existem no universo de uma criança de dezenove meses.

E então que Tomás embirrou. E protestou. Mas não teve jeito, e o violão foi guardado. Mas para Tomás, o assunto estava longe de ser encerrado. E muito esbravejou, e muito choramingou. Eu tentando consolar o pequeno músico, soltei:

– Tomás, agora nós vamos preparar o jantar, tá bom? Vamos ajudar a mamãe; vem brincar na cozinha com as panelas e as colheres de pau.

– Não não, não (com dedo em riste, para que não me restassem dúvidas). Volão, volão, volão, VOLÃO (numa escala acima).

– Tomás, agora não. E com o sorriso mais terno: Vem aqui com a mamãe.

E choramingo, choramingo, e nhé, nhé, nhé sem fim.

E daí que eu me cansei. Posso minha gente, me cansar quando meu menino resolve ser tão pitizento? E daí que eu falei impaciente, já:

– Tomás, agora não é hora de brincar de violão. E pode parar com esse mimimi!

E a resposta de Tomás, entre um resmungo e uma lágrima falsa, foi:

– Só, Só, Sol.

Não deveria, mas não consegui segurar o riso. Não mesmo!

E o ser humano em questão só tem dezenove meses.

*********

Post em homenagem ao pai do Tomás que está viajando há dias. E há dias deixou uma casa sem música e sem bagunças. E há dias deixou uma mãe e um filhote padecendo de uma saudade contínua. E há dias deixou dois corações desafinados batendo fora do ritmo.

Anúncios

4 thoughts on “Ao pé da letra”

  1. Own, que coisica mais doce é esse músico, Gabriela! Muito Dó, Ré, Mi…Só com muito sol praele!, rsrsrs…
    Pode te dar uma sugestão( desculpe-me a ousadia ao entrar no terreno mãe e filho)? Compre um violão de brinquedo pra o pequeno. Há alguns que fazem um som maravilhoso. Também posso te indicar o blog de duas mamães que são musicistas, a Cíntia e a Carla. Elas estão no meu facebook também. Aliás, pode pedir pra ser amiga delas e, quem sabe pedir dicas para elas sobre iniciação musical para crianças. A Carla, entre as viagens com o quarteto, também tem um projeto com crianças na área musical.
    Eu acho super bacana a música para as crianças! Elas sentem de uma maneira muito intensa a melodia, mesmo sem discernir.
    É tão, mas agradável ler tuas narrativas sobre o Tomas!
    Um beijo,
    A.!
    Olha o blog: ( elas não falam de música lá, não, mas apenas pra você conhece-las e, quem sabe,trocar ideias pelo face sobre o assunto)

    http://minhasmaeseeu.blogspot.com.br/

    Curtir

  2. Sabe que esses dias eu ensinei a Bia que o violão faz “blém blém blém” e ela fica esfregando os dedos na barriga enquanto imita. Daí nós três estávamos andando de bicicleta e ouvimos o sino da igreja. Meu marido soltou: “Escuta Beatriz! É o sino da igreja!” e cantarolou “blém blém blém” e a pobre menina começou a esfregar os dedos na barriga… 😦

    Fim!

    beijo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s