cartas ao tom, Da poesia da vida, sonhos

Uma lista de desejos

texto publicado originalmente em 22/08/2012

Ao grande Drummond, peço licença. Licença por ousar ser poeta. Licença por me inspirar descaradamente em algo teu. Tão teu e tão melhor. Mesmo assim, eu o fiz. E o fiz com o desejo, de que tudo que desejo, se realize.

Tomás,

Desejo a você
Uma casa com quintal
Horta regada nos fins de tarde
Terra molhada
Pé de acerola
Jardim de Rosas
Rede na varanda
Roupa cheirosa no varal
Alegria genuína
Muita serenidade
Todos os discos do Tom
E do Chico, e do Noel
Um ou mais amigo fiel
Todos os livros que não li
Todas as línguas que não aprendi
Todos os museus que não vi
Te desejo sonhar mais alto e maior que sonhei
Dar as voltas ao mundo que não dei
Aprender as coisas que não aprendi
Ser livre para ser o que é
Ter coragem para viver o que é
Te desejo, filho querido
Amor verdadeiro
Amor correspondido
Mas também paixões viscerais
Noites em claro
Muitos saraus
O primeiro porre
Que a vida nunca lhe traga o mau
Muito açúcar, muito afeto
Pouca dor
Pouco dissabor
Peito aberto
Sorriso franco
Saber ganhar e perder
E quando já homem feito
Que você nunca se esqueça
Que meu colo ainda é seu
E que nele tem carinho
Pra esquecer os solavancos
E tem muito amor renovado
E muito abraço guardado
Como colo de mãe tem que ser

Anúncios

7 thoughts on “Uma lista de desejos”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s