a vida é mais

Agosto de deus

Papada, olheiras, descabelo, desespero, a vida de ponta cabeça. Teto, quatro meses debaixo do mesmo teto, a vida em suspenso, feito respiração presa no peito. Expira, inspira, respira, paredes. Quatro meses em casa, entre quatro paredes que só revezam de cômodo.

Café. Bom dia, segunda. Bem-vinda semana. Mais uma semana. Já é Agosto, meu Deus? Mais um mês… Mais um mês… que se dane. “Vai, corra e olha o céu, que o sol vem trazendo bom dia”. Tá difícil te sentir mais bela, Vida. Tá difícil…